eventos e notícias

Café Filosófico e Literário reúne estudantes no Castelo Online Em destaque
Com o tema “Eu e o outro: a importância da empatia em tempos de epidemia”, alunos da 2ª série do Ensino Médio dão início a projeto interdisciplinar em Macaé

Eu e o outro: a importância da empatia em tempos de epidemia”. Esse foi o tema do Café Filosófico e Literário Interdisciplinar on-line com os alunos da 2ª série do Ensino Médio do Instituto Nossa Senhora da Glória-INSG/Castelo, em Macaé - RJ, marcando o início do projeto que reúne as disciplinas de Filosofia, Sociologia e Redação.

 

O primeiro encontro virtual do Café aconteceu pelo Castelo Online, através da Plataforma Microsoft Teams. O objetivo do projeto interdisciplinar é contribuir para a ampliação do repertório cultural dos alunos, através de textos literários e filosóficos, a partir da criação de uma rede de diálogo onde os discentes são encorajados a propor ações midiáticas que envolvam empatia e afeto, ingredientes necessários na contemporaneidade, sobretudo em tempos de distanciamento social.

 

Uma das idealizadoras do projeto, a professora de Redação e coordenadora da área de Linguagens e Ciências Humanas do INSG/Castelo, Sandra Matsumura, revelou que a ideia é que, a partir de textos clássicos, canônicos, filosóficos, literários e da cultura pop divulgados principalmente pelas redes sociais, os jovens possam trocar impressões das leituras, experiências de vida, indicações de outros textos e criação de vários intertextos.

 

Para o professor de Filosofia e Sociologia, Thiago Garcia, “A educação reúne em si a empatia e afeto no espaço da sala de aula, como construção desse processo livre e de autonomia do aluno”. Já o professor de Redação, Rodrigo Alípio, por sua vez, destaca a importância do texto nessas relações. “Por meio da literatura, conseguimos criar vínculos e estreitar relações desde a escola. É importante destacar também o papel da Ciência e da Arte, de forma geral, como elementos de emancipação do pensamento e de resistência do sentido stricto, de (re)existir e de (re)significar nosso papel como cidadão”, disse.

 

“O Café Literário representou muito para mim, principalmente pelos ensinamentos, pontos de vista diferentes que carregam muita informação e conhecimento. Mesmo de longe e em casa, os professores conseguem me fazer sentir presente na escola, abordando temas e assuntos super importantes para nossa formação como seres humanos”, salientou o estudante João Victor Freire.

 

A aluna Vitória Ribeiro frisou a relevância do seu lugar de fala. “Foi muito bom poder ser ouvida no meu lugar de fala na sociedade. É bom saber que podemos falar sobre empatia e também sobre racismo. Significou muito esse momento”.

 

“Na realidade em que estamos vivendo, uma aula sobre empatia foi extremamente reflexiva. Me emocionei muito com a fala da Vitória. Eu amei a aula!”, disse a estudante Karina Paes Nogueira.

 

O resultado da atividade virtual, tanto para os alunos quanto para os professores, foi de vivenciar que as restrições impostas pelo isolamento social oriundo da pandemia do Novo Coronavírus não destituíram o sentido da escola como espaço de potencialização de relações interpessoais.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação - Instituto Nossa Senhora da Glória-INSG/Castelo