eventos e notícias

Salesiano Recife completa 125 anos de história É Festa!
São 125 anos de uma história construída por sonhos e por amor à educação da juventude recifense

Uma história construída por sonhos e por amor à educação. Nesse clima de 125 anos de fundação, o Colégio Salesiano Sagrado Coração (Recife) homenageia todos aqueles que ajudaram a escrever cada linha de luta e de sucesso da instituição. São gerações de famílias que deixaram suas marcas e que acreditam na Educação Salesiana como parte de uma transformação social, espiritual e humana. São avós, filhos e agora netos que seguem a pedagogia de Dom Bosco na busca pela formação do “bom cristão e honesto cidadão”. 

 

Para cada geração que passou pelo Salesiano Recife ficou a lembrança de um tempo de entusiasmo e coragem em que todo o desafio foi um convite à luta, ao sucesso, à busca pelo conhecimento e a disposição de tentar algo novo, sempre. Por isso, essa escola é norteada pela tradição, mas com foco na inovação, promovendo melhorias contínuas para seguir sendo referência em educação, formação intelectual e valores humanos.

 

Um brinde às famílias que acreditam na formação integral de suas crianças e adolescentes, um brinde ao Colégio Salesiano Recife que segue firme na sua missão de orientar seus estudantes a serem pessoas melhores para o mundo, formando-os adultos fortes e perseverantes na construção de um mundo melhor para se viver. Que o slogan "Bom mesmo é ser Salesiano" possa representar memórias de um tempo bom, de amizades, de conhecimentos, de valores, de espiritualidade, mas, em especial, que represente o orgulho de ter a marca da educação salesiana na sua formação.

 

Traços Históricos – O início do Colégio Salesiano Sagrado Coração (Recife)

 

O Salesiano instalou-se no Recife em fevereiro de 1895, conquista de uma intensa movimentação de uma influente parcela da sociedade pernambucana. Aliás, no final do século XIX, muitas congregações educadoras europeias aportaram no país, em resposta aos apelos insistentes de um Brasil preocupado com a qualidade da educação das novas gerações.

 

Os Salesianos desembarcaram no Recife, no antigo Lamarão (o porto ainda estava em construção) em fins de 1894. Chegaram de barco ao sítio onde hoje está o Colégio. De barco, porque havia um pequeno porto onde hoje é o parque aquático. Tudo por ali era mata fechada, mangue. Entre o Colégio e Hospital Pedro II havia apenas uma coroa de terra, chamada Ilha do Leite. Chegava-se de barco pelo Rio Beberibe e por camboas (lagos artificiais que se formam com a maré cheia).

O Colégio se instalou em um antigo casarão, o Solar do Mondego, hoje não mais existente. Em 10 de fevereiro de 1895, três meses após a chegada dos missionários, houve a solene inauguração da instituição, com o nome de Colégio Salesiano de Artes e Ofícios do Sagrado Coração. O nome exprime a devoção de Dom Bosco (1815-1888), fundador da Família Salesiana, ao Sagrado Coração de Jesus. Na verdade, essa devoção vinha em grande crescimento em toda a Igreja naquele período. E Dom Bosco tinha sido incumbido pelo Papa Leão XIII, em 1884, de construir a Basílica do Sagrado Coração em Roma.

Há que se dizer que os Salesianos não chegaram ao Recife apenas pelo interesse das lideranças católicas da sociedade pernambucana. O impulso missionário dado pelo fundador Dom Bosco foi igualmente fundamental. A obra salesiana surgiu em Turim, no norte da Itália e depressa se espalhou pela Europa e pela América.

A mais que centenária Casa de Educação da Rua Dom Bosco, centro irradiador de cultura, educação, evangelização, hoje expressa sua missão em várias frentes: Colégio, Faculdade, Teatro, Basílica, Parque Esportivo e Oratório.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação - Colégio Salesiano Sagrado Coração (Recife)