eventos e notícias

Colégio Salesiano Jardim Camburi está entre as três melhores particulares do Espírito Santo no Ideb 2017 Em destaque
Apenas 22 instituições de ensino particulares pontuaram no Ideb 2017

Colégio Salesiano Jardim Camburi superou a meta estipulada para a avaliação da 3ª série do Ensino Médio no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2017 e obteve um dos melhores desempenhos entre as escolas particulares do Espírito Santo. Com a nota de 6,9, a escola se posiciona acima da meta de 6,8 definida pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), por meio do Ministério da Educação (MEC). Apenas 22 instituições de ensino particulares pontuaram no Ideb 2017.

 

De acordo com o professor de Física e coordenador da 3ª série do Ensino Médio, Leonardo Gama, o Índice é muito importante para a educação brasileira. “O Ideb tem a finalidade de medir a educação no Brasil, principalmente na sua base, em Português e Matemática. O resultado do Colégio Salesiano Jardim Camburi, que é acima da meta esperada pelo Inep, qualifica nosso ensino e também possibilita a análise desses dados e o planejamento das devidas intervenções pedagógicas para que possamos nos aperfeiçoar para os próximos desafios”, afirmou.

 

Para o diretor-geral do Colégio Salesiano, Pe. Moacir José Scari, três elementos foram essenciais para a conquista no Ideb 2017. “Esse resultado foi construído em conjunto por meio de uma proposta pedagógica que busca oferecer um ensino de qualidade aos nossos alunos, associada à formação contínua de nossa equipe técnico-pedagógica e também pela identidade salesiana, que está presente desde a acolhida até ao cuidado com nossos egressos”, destacou.

 

Saiba mais sobre o Ideb

 

O que é?

É o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, uma das primeiras iniciativas brasileiras para medir a qualidade do aprendizado nacionalmente e estabelecer metas para a melhoria do ensino.

 

Como varia o Ideb?
O Ideb das escolas e das redes de ensino varia em uma escala de zero a dez, assim como as notas escolares variam usualmente.

 

Como o Ideb é calculado?
A partir de dois componentes: a taxa de rendimento escolar (aprovação) e as médias de desempenho nos exames aplicados pelo Inep. Os índices de aprovação são obtidos a partir do Censo Escolar, realizado anualmente. As médias de desempenho utilizadas são as da antiga Prova Brasil (que agora se chama Saeb) para escolas e municípios, e do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), para os estados e o País, realizados a cada dois anos.

 

O que são as metas do Ideb?
Na criação do Ideb, foram calculadas metas de melhoria da Educação. Ou seja, se o País tem mais estudantes com boas notas e mais aprovados na escola, isso é sinal de que houve melhora no aprendizado e no sistema educacional. O Ministério da Educação (MEC) tem metas para cada uma das escolas e também para os municípios, estados e para a federação. 

 

As metas das escolas são todas iguais?
Não. As metas são diferenciadas para cada rede e escola. Estados, municípios e escolas deverão melhorar seus índices e contribuir, em conjunto, para que o Brasil chegue à meta 6 em 2022, ano do bicentenário da Independência do Brasil. Mesmo quem já tem um bom índice deve continuar a evoluir.

 

 

Fonte: Comunicação Colégio Salesiano Jardim Camburi