eventos e notícias

Mestrado em Educação inaugura ano acadêmico com exposição de representante da RSB-Escolas Em destaque
Mestrado em Educação inaugura ano acadêmico com exposição de representante da Rede Salesiana de Escolas do Brasil

A atividade acadêmica foi presidida pelo diretor do Departamento de Educação, Dr. Saúl Contreras, e pelo diretor do Mestrado em Educação, Dr. Daniel Ríos na Universidad de Santiago de Chile. A exposição "Desafios da gestão, currículo e avaliação para promover uma melhor aprendizagem dos alunos" ficou a cargo da Dra. Valéria Rodrigues, Gestora de polo da Rede Salesiana Brasil de Escolas, na defesa de projetos de graduação de alunos brasileiros com Mestrado em Educação. A professora também é docente de educação básica, mestra e doutora em educação.


"Agradeço, em nome do programa, à professora Valéria Rodrigues pela generosidade em participar desta importante cerimônia, aos acadêmicos e acadêmicas do Departamento de Educação que lecionam no Mestrado, aos alunos do segundo e do segundo ano. Além disso, faça uma saudação especial aos estudantes brasileiros que estão defendendo seus trabalhos de graduação em nossa universidade esta semana ", disse o professor Ríos.


Promover a aprendizagem

 

A Dra. Rodrigues levantou, em sua apresentação, a importância de pensar globalmente para transformar a escola em um espaço de treinamento e influência na aprendizagem de professores e alunos. "Escolhi este tema porque me inspira como professora, e não posso deixar de contar minha experiência no Brasil, país onde a educação passa por alguns problemas complexos, como qualquer outro país, e principalmente na América Latina. Estou aqui para conversar e incluir todos com cada uma das suas experiências, me localizando na educação brasileira, com uma visão da educação chilena, que também compõe esse universo difícil ", disse a especialista.

 

Para tanto propôs priorizar a educação básica, onde há maior participação dos pais, descentralização dos recursos administrativos, entre outros, bem como a definição de políticas e prioridades baseadas em análises econômicas "Embora cada país viva uma realidade diferente, principalmente quando analisamos a questão da educação, as práticas de organização e gestão da escola atuam de forma significativa na formação e aprendizagem de professores e alunos", assegurou Rodrigues. Ela acrescentou: "O foco é no trabalho pedagógico. O desafio é buscar constantemente novos caminhos, abrindo possibilidades para uma maior eficiência da arte de aprender e ensinar. "

 

Para concluir, o professor Ríos ressaltou a importância de promover uma melhor aprendizagem dos alunos, independente de, em ambos os países, Chile e Brasil, existirem condições sociais, políticas, culturais e econômicas semelhantes em alguns aspectos e diferentes em outros. "Todas as políticas educacionais, além do papel de gerentes e professores, fazem sentido na medida em que os alunos aprendem, não apenas conhecimento, mas também habilidades, valores, atitudes. Ou seja, uma formação integral que favorece de forma crítica e proativa sua integração às nossas sociedades. Este desafio é tudo o que queremos e desejamos para cada um dos nossos alunos, e a serviço disso temos que estar ", disse ele.

 
 
Fonte: Traduzido do site da Universidad de Santiago de Chile