eventos e notícias

A educação salesiana: uma missão compartilhada entre religiosos e leigos Geral
Fonte: Carolina Triana (Comunicación Salesianos COB).

A quinta-feira, 11 de maio, terceiro dia do IV ESA, teve início com a celebração eucarística presidida pelo Pe. Natale Vitali, Conselheiro Regional para a América Cone Sul, concelebrada pelos inspetores do Brasil presentes no Encontro Continental, Pe Orestes Fistarol, da Inspetoria São João Bosco de Belo Horizonte-MG, e Pe. Francisco Alves de Lima, da Inspetoria São Domingos Sávio de Manaus-AM, além do Pe. Fabio Attard, Conselheiro Geral para a Pastoral dos Salesianos da Juventude.

 

O Pe. Vitali fez uma referência à Parábola do Semeador, acrescentando que “é Deus quem semeia, e nós, o que fazemos?”.  Ele também insistiu sobre a necessidade de sermos como o agricultor do Evangelho e ressaltou três aspectos centrais da educação: “Em primeiro lugar, a oração, o trabalho feito com paixão e a crença de que todo jovem pode chegar a Deus”. “Nós somos o agricultor do evangelho de hoje. Devemos ser misericordiosos para com os jovens”, ressaltou.

 

Em seguida foi realizada a mesa-redonda do dia, “A educação salesiana, uma missão compartilhada entre religiosos e leigos”, composta por Pe. Luiz Otavio Botasso (Brasil), Ir. Fanny Alicia Dobronic (Chile), María Victoria Mónaco (Argentina), María Teresa Pereda Barrios (México), Pe. Marcelo Chávez (Ecuador) e moderada pela Ir. Arelys Paulino.

 

A mesa refletiu que somos convidados a participar de uma missão especial que Deus envia aos religiosos e leigos que compartilham de nossa identidade. A experiência de missão compartilhada está em curso e a reflexão carismática sobre o papel dos leigos na missão salesiana está sendo feita, mas há um longo caminho a ser percorrido. Também é importante notar que os leigos são corresponsáveis ​​pelos processos institucionais e têm uma participação significativa no Projeto Educativo Pastoral Salesiano. A Escola Salesiana seguirá otimista na formação de bons cristãos e honestos cidadãos, de forma corresponsável, compartilhando a missão salesiana e sonhando com a construção de uma sociedade melhor.

 

Durante a tarde teve continuidade a segunda sessão dos minicursos e, mais tarde, foi apresentado o “Educabarômetro da Escola Salesiana”, por Mireya Ardila (Colombia) e Francisco Varela (Uruguai), que socializaram com o público os resultados de vários levantamentos feitos com diferentes membros das CEPs da Família Salesiana na América, com a análise de dados estatísticos que permitiram visualizar as principais características do Setor Educativo.

 

Para finalizar o dia, o inspetor salesiano do Nordeste do Brasil, Pe. Nivaldo Luiz Pessinatti (SDB), realizou a conferência “Reatualização do Sistema Preventivo nas escolas e CFP: coração oratoriano”, ressaltando que há grandes desafios para que os consagrados busquem auxílio para serem significativos e proféticos. Padre Pessinatti fez uma breve retomada dos encontros anteriores da ESA e sugeriu que todos tenham presente que o Sistema Preventivo “é uma verdadeira experiência espiritual e educativa, uma maneira de viver e trabalhar, uma oferta do Evangelho e a salvação dos jovens”.  

 

Portanto é importante entender que hoje o maior desafio de nossa ação educativa pastoral é entender os jovens e suas circunstâncias, prevenindo e não reprimindo, construindo o Projeto Educativo Pastoral Salesiano com eles, transformando-nos em companheiros de viagem deles, inovando e fazendo projetos conforme suas demandas, com atitude e acompanhamento, e gostando do que eles gostam.